Cotidiano

Mãos Amigas promete pagar 13º dos funcionários das UBSs de Birigui junto com o salário

Entidade que administra as UBSs da cidade também vai assumir o pronto-socorro municipal na próxima semana

Agência Trio Notícias
01/12/23 às 12h26
Foto: Divulgação

A OSS (Organização Social de Saúde) Organização Mãos Amigas, enviou nota à reportagem informando que pretende pagar em parcela única o 13º salário dos funcionários que trabalham nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) de Birigui (SP), que são gerenciadas pela entidade desde o início deste semestre.

A reportagem recebeu na quinta-feira (30), a informação de que não havia sido feito o pagamento da primeira parcela do benefício. A data limite é 30 de novembro. Segundo a entidade, o pagamento será pago em parcela única, no 5º dia útil deste mês, juntamente com o pagamento do salário.

O Hojemais Araçatuba publicou matéria na quinta-feira informando que a Mãos Amigas está realizando processo seletivo para contratar profissionais para trabalhar no pronto-socorro de Birigui. A entidade deverá assumir a gestão do PS já na próxima semana, em substituição à BHCL (Beneficência Hospitalar de Cesário Lange), que não deve renovar o contrato após 1 ano e meio de prestação de serviço.

Atrasos

Funcionários que trabalham para a Mãos Amigas nas UBSs da cidade informaram que há problemas de atraso no pagamento de salário. Além disso, relataram que os profissionais de enfermagem ainda não receberam o complemento do piso da categoria, apesar de o dinheiro ter sido repassado ao município pelo governo federal.

Em nota, a Mãos Amigas afirma que o atraso no pagamento do salário dos colaboradores foi uma situação isolada, ocorrida no primeiro mês do contrato, devido a questão burocrática bancária, abertura de contas etc.

Piso

Com relação ao piso salarial da enfermagem, a entidade justifica que quando apresentada a proposta no chamamento, a decisão do Poder Judiciário para pagamento do piso de enfermagem ainda não tinha sido decretada.

“Por este motivo, o valor destinado ao pagamento complementar não estava previsto no contrato de gestão firmado entre o município de Birigui e a Organização Social, sendo necessário que este passasse por alguns ritos administrativos, bem como oficializado através de aditivo contratual”, informa em nota.

Ainda de acordo com a entidade, essas questões encontram-se em trâmites finais e em breve todos os colaboradores que se enquadram nos requisitos legais necessários ao recebimento terão os valores repassados, inclusive de forma retroativa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
  03/03/24 às 14h08
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Jornalismo Digital LTDA
48.486.487/0001-90
Editor responsável:
Lazaro Silva Júnior MTB 48158
lazaro.junior@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2024 - Grupo Agitta de Comunicação.