Cultura

Companhia araçatubense apresenta trabalhos na Virada SP na capital

Cia OBS de Araçatuba foi selecionada por meio de chamamento público da Prefeitura de São Paulo

Manu Zambon - Hojemais Araçatuba
26/05/22 às 18h30
"Senhora D" (Foto: Everton Campanhã/Divulgação)

Dois trabalhos da companhia OBS de Dança, Teatro e Performance de Araçatuba (SP) representam o município na Virada SP, que acontece na capital paulista neste sábado (28) e domingo (29).

O grupo foi selecionado para participar da primeira edição presencial da Virada desde o começo da pandemia de covid-19, por meio de chamamento público da Prefeitura de São Paulo, de acordo com o responsável pela cia, Caique Teruel.

Os dois trabalhos selecionados são a performance "Woolf - um olhar submerso" e o espetáculo de teatro "Senhora D - controvertido (in)existente".

"Essa é a segunda vez que nós estaremos apresentando em São Paulo em menos de um ano. Estamos felizes, mas agora com uma sensação totalmente nova; a Virada Cultural é um evento de proporções gigantescas e esse ano com mais de 300 atrações. Fazer parte disso, levar a companhia e o nome de Araçatuba para um evento como esse, é uma emoção tremenda", conta.

As duas apresentações ocorrem no domingo, às 19h e 20h, no Centro Cultural da Diversidade (Rua Lopes Neto, 206, Itaim Bibi). 

Sinopses

"Woolf" (Foto: João Tk/Divulgação)

"Senhora D - controvertido (in)existente", traz o texto de Hilda Hilst, com direção de Elder Scanferla, com elenco de Caique Teruel. A produção é de Denise Vaz e Pedro Böor, que também produzem "Woolf - um olhar submerso". 

Em "Senhora D", o espetáculo fala da busca por porquês que permeiam a vida. Nessa empreitada, Hillé se encontra perdida, afastada de tudo e todos, até de seu próprio marido, Ehud, que é abandonado por ela até a morte. 

A performance "Woolf" parte do processo de morte da escritora Virgínia Woolf. Em cena, o silência do suicídio, sua ligação com as águas do rio Ouse, perto de sua casa, e as pedras em seu bolso. O questionamento central é o quanto a vida é perene e quão frágil é o ser humano. 

Virada SP

Na edição deste ano, a Virada acontece em oito regiões espalhadas pela cidade de São Paulo: Butantã (Zona Oeste), Freguesia do Ó (Zona Norte), Parada Inglesa (Zona Norte), Campo Limpo (Zona Sul), M'Boi Mirim (Zona Sul), São Miguel Paulista (Zona Leste), Itaquera (Zona Leste) e o Vale do Anhangabaú e seu entorno (Centro). São esperados dois milhões de pessoas. 

A abertura acontece às 17h do sábado (28), com apresentação do maestro João Martins com a Vai-Vai, no Palco Freguesia do Ó. Serão mais de 300 apresentações artísticas contemplando todas as modalidades e povos, entre elas, música, artes cênicas, dança e manifestações populares. Entre os destaques da programação, estão shows de artistas como Ludmilla, Luísa Sonza, Kevinho, Glória Groove, Karol Conká, Pitty, Vitão, Pocah, BK, Rael, Black Alien, Rincon Sapiência, Diogo Nogueira, Barões da Pisadinha, Djonga, entre outros.

A programação completa da Virada SP está disponível em https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/noticias/?p=31384

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
  30/06/22 às 19h33
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM CULTURA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.