PET

Suplementos podem aumentar a imunidade do pet

Tutores estão apostando na prevenção da saúde de cães e gatos

Sérgio Dias - Especial para o Hojemais Araçatuba
24/04/22 às 09h00
(Foto: Divulgação)

Muitos defendem que o uso de suplementos pode ser uma maneira eficaz e simples de garantir mais saúde. Pesquisa divulgada pela Abiad (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Para Fins Especiais e Congêneres) mostra que durante a pandemia 48% das pessoas aumentaram o consumo dos multivitamínicos.

A pesquisa mostra também que 63% justificaram o aumento da imunidade como motivo para ampliar o uso dos suplementos. Como em muitas famílias os pets estão presentes, essa preocupação chegou até eles: os tutores passaram a incluir os suplementos na dieta dos seus animais de estimação como forma de prevenção da saúde.

“Apesar da maioria das rações já ser rica do ponto de vista nutricional, com o uso de suplementos é possível garantir o melhor aproveitamento de vitaminas e minerais. Esse é o ponto- chave para o aumento na imunidade. Quanto mais vitaminas o corpo absorve, maior vai ser a imunidade e consequentemente melhor a qualidade de vida e a longevidade, ou seja, o aumento na expectativa de vida”, conta a médica-veterinária Karen Bacila, ao Hojemais Araçatuba .

O suplemento não é medicamento, tendo a ação de contribuir para a melhoria da absorção de vitaminas e minerais necessários para o pet. Por isso, deve ser utilizado de forma constante e, claro, com o acompanhamento de um veterinário, que vai determinar a quantidade adequada para o consumo do cão ou do gato.

No entanto o efeito do uso contínuo de suplementação a médio e longo prazo, e até a curto em determinadas situações, é altamente positivo na prevenção de diversas doenças.

Confira a seguir três pontos fundamentais para entender melhor os motivos para inserir o uso de suplementação:

Regulação da flora intestinal

Muitos suplementos alimentares oferecem probióticos e prebióticos. Probióticos são microorganismos vivos, isto é, bactérias e leveduras que compõem a flora intestinal. Já os prebióticos são as fibras que não são absorvidas pelo intestino e que têm como uma das principais funções alimentar as bactérias boas do intestino, como é o caso das leveduras. 

O desequilíbrio da flora pode causar a disbiose, que prejudica a absorção de nutrientes, podendo ocasionar diarreias, redução da imunidade e perda de apetite. Todos esses fatores podem ser ocasionados por estresse, mudanças na alimentação, assim como o uso de antibióticos. 

Já um intestino saudável, com uma flora regulada pode trazer mais longevidade, saúde, estímulo ao sistema imunológico e melhor funcionamento intestinal, evitando a formação de gases.

Melhor absorção das vitaminas e minerais

Durante a evacuação, os pets acabam eliminando resíduos demais. Inclusive aqueles que são benéficos para o corpo. A suplementação garante a completa absorção de nutrientes e vitaminas contidos na alimentação dos animais. 

Isso porque a suplementação estimula a produção de bactérias positivas para o organismo, aumentando assim a imunidade. Muitos suplementos são oferecidos em forma de pó, que pode ser salpicado por cima do alimento dos pets, seja ele ração, comida úmida, natural ou caseira, ou ainda em forma de tabs. Ambas as formas, além de palatáveis, são de fácil administração.

Imunidade em alta, doenças em baixa

Quanto mais a suplementação fizer parte da rotina, menos medicamentos serão necessários. Isso porque o uso de suplementação garante uma melhor absorção de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo, o que, consequentemente, acaba trazendo mais qualidade de vida, longevidade e, claro, aumento da imunidade. 

A imunidade garante que doenças como vírus e bactérias, que são de fácil propagação, tenham mais dificuldade de atingir o corpo. A suplementação é um hábito que deve ser divulgado, ensinado e reforçado, não só para pets, mas também para humanos, que só têm a ganhar com ele. 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM PET
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.