Geral

Aposentado de 70 anos se transformou em piloto de paramotor

João Silva Pinto aprendeu a voar para acompanhar um de seus filhos que também é piloto

Aurora Villalba  - Hojemais/ Três Lagoas 
09/10/19 às 10h31
As fotos e vídeo postadas nesta matéria foram cedidos pelo Piloto Instrutor - Nilson Silva Oliveira.

Ele sempre gostou e praticou esportes, inclusive o pedal (ciclismo), mas agora ele radicalizou totalmente.  

João Silva Pinto, 70 anos, aposentado, pai de 4 filhos, 10 netos e 2 bisnetos, se transformou em um 'irmão 'alado', apelido utilizado pelo amantes do paramotor, uma modalidade que se encaixa na área dos esportes radicais, vem conquistando cada vez mais adeptos no Brasil,

Influenciado pelo filho, Cléber Pinto, 41 anos, que é mergulhador de Plataforma Petrolífera, que já faz voos de paramotor há 4 anos, seu João, como ele é chamado carinhosamente pelo grupo de pilotos de Três Lagoas, que conta com 13, destes apenas 1 mulher, resolveu se inscrever em um curso de formação de pilotos no município, ministrado por Nilson Silva Oliveira, pastor evangélico, piloto de paramotor, piloto de voo livre e instrutor de voo.

Objetivo de João da Silva, além realizar o sonho de voar, era também poder acompanhar seu filho Cléber Pinto em todas a viagens, encontros e ainda voar na companhia dele. 

" Me sinto renovado uma vez que voar me deu mais coragem, aumentou a minha vontade de viver e de curtir a vida. O voo de paramotor é algo incrível, e ainda poder voar com meu filho, é uma sensação maravilhosa, inexplicável. Eu até passei a dormir melhor e me sinto totalmente realizado" comentou João Silva Pinto.

De acordo com Cleber Pinto o pai está muito bem. Que o mesmo parece ter ganhado mais fôlego e disposição " Ele começou a vir com gente aqui em Três Lagoas e ver a gente voar de paramotor e gostou. Papai, percebeu que não era tão difícil pilotar e agora, ele está voando igual a um passarinho. Me sinto muito feliz, e sei que se trata de um privilegio praticar o esporte junto com pai" disse o filho do seu João. 

Seu João, o bisavó que voa, se dedicou muito, e segundo seu instrutor, piloto -  Nilson Silva Oliveira, ele foi um dos melhores alunos da turma e se é transformou em inspiração para todos que praticam o esporte. Pai e filho, oão Silva Pinto e Cleber Pinto, residem na vizinha cidade paulista de Ilha Solteira. 

Os interessados em sanarem dúvidas sobre o respectivo esporte podem entrar em contato através do seguinte telefone: (67) 99936 - 0592  ou visitarem área de voo dos pilotos de paramotor de Três Lagoas, localizada próxima a entrada para o Rancho Gretel e Balneário Municipal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2019 - Grupo Agitta de Comunicação.