Geral

Equipe médica de MS realiza cirurgia para trocar dedos de criança

O procedimento foi realizado pela primeira vez no Estado

Thais Dias  - Hojemais Três Lagoas
19/01/20 às 08h45
Hospital de MS fez pela primeira vez o transplante de dedo em criança — Foto: Santa Casa/Divulgação

A cirurgia que transforma o dedo indicador em polegar, aconteceu no último sábado, 11, na Santa Casa de Campo Grande em uma criança de quatro anos que nasceu com deformidade na mão direita,

De acordo com o ortopedista Felipe Roth, em entrevista pelo site G1, houve uma equipe de médicos para realizar o procedimento “Nós tivemos uma equipe de cirurgiões para fazer este procedimento, são casos de transplante por problema congênito ou traumático, por exemplo. No caso deste paciente, o polegar não tinha função nenhuma, era rudimentar, então, nós pegamos o dedo indicador e o colocamos para a função do polegar com toda a estrutura, incluindo veia, tendões, nervo, ossos e assim ele ganha a função da pinça, que é a de escrever e segurar objetos", afirmou.

Segundo o médico, a criança poderá começar a realizar atividades normais, em um prazo de no máximo 12 semanas. "O menino fará atividades normais, já que o polegar tem de 40% a 70% da função das mãos. Antes, ele não conseguia escrever direito. Esta é uma cirurgia diferente, difícil de ser feita, mas, graças a Deus deu tudo certo. Agora ele vai passar um período com órtese e depois terá sessões com terapeuta ocupacional da mão", comentou.

A alta médica ocorreu ontem, 13. Antes da cirurgia de nome “policização do indicador”, que se estendeu por 3 horas.

 

Criança voltará a ter mobilidade após transplante em MS, explica médico — Foto: Santa Casa/Divulgação
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.