AO VIVO
Geral

Marido que arrancou parte do crânio de esposa com facão é preso na Capital

O homem cometeu o crime no sábado, 21, e estava foragido deste então

Redação 
27/05/22 às 09h39
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Foto: Ilustração

Foi preso nesta quinta-feira (26), o homem acusado de agredir a esposa e arrancar parte do osso craniano dela com um facão na madrugada do sábado (21). Ele está detido na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) da Capital após ter sido encontrado hoje perto da casa onde mora, no final da manhã. Desde que cometeu o crime, o homem estava foragido.

De acordo com a delegada que investiga o caso, Ana Paula Trindade, o advogado do agressor é aguardado para que seja iniciado o interrogatório.

Caso - No sábado, a vítima, de 26 anos, foi socorrida e levada para a Santa Casa da Capital por uma amiga com ferimentos na cabeça, braço, coxa e joelho esquerdo.

No hospital, com medo do marido, ela chegou a mentir para os profissionais de saúde dizendo que havia sido vítima de uma tentativa de assalto, segundo registro no boletim de ocorrência. No entanto, devido à gravidade dos ferimentos, os médicos desconfiaram da versão da mulher e chamaram a polícia, que acabou confessando ter sido espancada pelo marido. 

À polícia, ela disse que ela começou a apanhar quando estava no quintal de casa e pediu separação. O homem não aceitou e pegou o facão, dizendo: “Se não for minha, não será de mais ninguém".

Ainda de acordo com depoimento da vítima à polícia, registrado no boletim de ocorrência, há 3 meses, ela tenta se separar do marido, mas permanece na relação por medo de perder a guarda das 3 filhas de 2, 4 e 9 anos. De acordo com a Santa Casa, a mulher recebeu alta no dia 21, por volta das 19h. 

(*) CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.