Geral

Professor transforma vidas de pessoas em MS com biblioteca itinerante 

O professor de Campo Grande transformou bicicleta em biblioteca, o projeto recebeu ajuda das embaixadas da Austrália e França

Thais Dias - Hojemais Três Lagoas
17/01/20 às 09h09
Foto: Arquivo Pessoal

Quando se trata de lutar pelo hábito da leitura, Ronilço Guerreiro, faz jus ao sobrenome. Professor da Capital travou uma batalha árdua para levar a leitura aqueles que não tem acesso.

Desde 1995 Ronilço busca realizar ações criativas para estimular os leitores, uma delas foi a criação de uma Gibeteca, uma Gibicicleta e uma Vanteca, ou seja, bibliotecas itinerantes.

A Gibeteca foi uma das primeiras criações do professor, o projeto começou com 120 gibis, hoje possui um acervo de 20 mil exemplares, a ação se tornou referência nacional.

Em entrevista ao site Razões para Acreditar, o professor contou onde tudo surgiu “Sempre fui um apaixonado por gibis, pois a leitura me relaxa e me diverte muito. Um dia, um amigo me falou que tinha uma gibiteca em Curitiba, então consegui duas passagens e fui até lá conhecer o projeto. Meus olhos brilharam”, afirmou.

A viagem aconteceu em 1995, após conhecer o projeto Ronilço voltou para MS onde começou a enviar fitas pedindo apoio as organizações para dar vida a sua biblioteca itinerante. “Obtive apenas duas respostas, mas que fizeram a diferença: embaixadas da França e Austrália, que me doaram todos os equipamentos e móveis para começar o projeto”, lembra.

Foto: Arquivo Pessoal

Com a Gibiteca pronta o professor partiu para outro projeto. A bola da vez foi a Gibicicleta, uma biblioteca itinerante que roda encima de uma bicicleta, com cerca de 400 gibis. A Gibicicleta passa por praças, parques, escolas e etc.

Com o crescimento acelerado dos projetos, Ronilço deu início à mais um, Livros Carentes. Todo sábado o professor sai as ruas distribuindo livros que se tornam escudeiros fiéis de seus donos.

“Aprendi que não é que as pessoas não gostam de ler, mas que o livro não chega nas mãos das pessoas, quando chega nas mãos das pessoas as pessoas se interessam a ler. ” Contou o professor.

Com a ajuda de amigos Ronilço conseguiu estantes de livros, que foram espalhadas nos terminais de ônibus da cidade. O projeto já conta com trinta mil livros e a população abastece as estantes voluntariamente.

Outro projeto que é sucesso é a Vanteca, uma biblioteca que roda toda a cidade levando livros e um mundo de oportunidades por onde passa. Todos os projetos contam com ajuda dos parceiros, porém as despesas de água, luz, telefone e internet da Gibiteca são pagas com o próprio salário do professor.

Ronilço conta que o retorno do público é que dá forças para prosseguir, uma das passagens mais marcantes foi quando uma professora pegou um livro num dos terminais e foi folheando até a caminho da prova.

“Quando foi fazer a prova, caíram duas questões de literatura que ela tinha acabado de ler no livro. Ela me ligou agradecendo e falando que estava assumindo o cargo de professora graças ao projeto.” Lembrou o professor do projeto.

Além de todos estas ações Ronilço também conta com um site , que leva oportunidades para quem não reside em Campo Grande.

 

(*) com informações do site Razões para Acreditar 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.