prevenção ao mosquito Aedes aegypti" /> prevenção ao mosquito Aedes aegypti" />
Cotidiano

Índice larvário de dengue em Birigui é três vezes maior do que o preconizado

Nesta semana, Secretaria de Saúde intensificou ações de combate e prevenção ao mosquito Aedes aegypti

Aline Galcino* - Hojemais Araçatuba
09/11/21 às 17h47
De acordo com o município, "estamos entrando num período epidêmico onde precisamos redobrar os cuidados" (Foto: Divulgação)

O índice larvário de dengue em Birigui (SP) está três vezes maior do que o número preconizado pelo Ministério da Saúde. 

De acordo com informações da Secretaria de Saúde do município, a avaliação de densidade larvária realizada no mês passado registrou índice de 3,6%, sendo que o
preconizado pelo Ministério da Saúde é no máximo 1%.

Os recipientes que os agentes mais encontraram larvas foram: vasos de plantas na água; ralos externos; bebedouros de animais; latas e plásticos e nos pratos de vasos.

Para evitar a proliferação da doença, a Saúde iniciou nesta segunda-feira (8) atividades de  ntensificação do combate ao mosquito Aedes aegypti. Os agentes de combate às endemias estão
visitando os dois cemitérios municipais para eliminação de possíveis criadouros.

A ação faz parte da Semana Estadual de Mobilização, focada no controle e prevenção às arboviroses como a dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. Além de retirar materiais que possam acumular água da chuva, como plásticos, os agentes estão preenchendo os vasos fixos de flores com areia. 

Os trabalhos seguem até sexta-feira (12) e incluem ainda reforço das visitas casa a casa feitas pelos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias; visitas às Hortas Comunitárias e bate-papo nas recepções dos postos de saúde com orientações e distribuição de material educativo.

No sábado, a partir das 9h haverá também um pedágio e panfletagem nas principais ruas do centro da cidade. “Nosso objetivo é orientar os munícipes quanto à prevenção ao mosquito e principais  sintomas das doenças”, explicou a chefe da Divisão de Vigilância e Controle de Vetores, Aline Lobato.

Prevenção

A limpeza regular de lajes, calhas, piscinas, vasilhas de água dos pets de estimação, assim como a colocação de areia nos vasos de pratos e eliminação de recipientes que possam acumular água dos quintais, como embalagens vazias e pneus, são fundamentais para evitar que o mosquito deposite seus ovos.

“Estamos entrando num período epidêmico onde precisamos redobrar os cuidados. Pedimos a colaboração de todos nesta luta com contra o mosquito. Vamos tirar apenas 10 minutos do tempo e cuidar de nossas casas e quintais. Combate o Aedes é uma tarefa coletiva”, afirmou Aline.

Números

Conforme balanço divulgado nesta terça-feira (9) pela Secretaria de Saúde, Birigui registra 596 casos positivos de dengue e um óbito pela doença. Outros 23 casos estão em investigação. Até o momento não foram registrados casos de zika vírus, chikungunya e febre amarela no município. *Com informações da assessoria de imprensa

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
  12/08/22 às 14h46
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.