Cotidiano

Prefeitura de Birigui faz adequações na atenção básica de saúde

Parte dos funcionários da enfermagem do pronto-socorro será transferida para as UBSs na próxima semana devido ao aumento na demanda

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
10/11/21 às 11h30
Parte dos funcionários da enfermagem do pronto-socorro será transferida para UBSs na próxima semana (Foto: Divulgação/Arquivo)

A Secretaria de Saúde de Birigui (SP) está promovendo uma reorganização na rede de atenção básica no município, para atender o aumento da demanda nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Segundo o que foi informado ao Hojemais Araçatuba , a partir da próxima semana, parte dos funcionários do setor de enfermagem que atuam no pronto-socorro municipal será transferida para outras unidades de saúde.

A reorganização e reestruturação da rede de atenção básica prevê que 12 enfermeiros e 20 técnicos de enfermagem serão remanejados para trabalhar nas 11 UBSs, na unidade de Saúde da Mulher, agendamento, esterilização e Vigilância Epidemiológica. A mudança será efetivada em 16 de novembro de 2021.

“As mudanças de alguns servidores públicos do Departamento de Enfermagem que estão no momento lotados no pronto-socorro municipal têm por objetivo reforçar o quadro de profissionais da enfermagem das Unidades Básicas de Saúde do município, que está reduzido”, informa em nota a secretaria.

Ainda de acordo com a pasta, essa readequação será possível pela redução dos casos de covid-19 no município, o que fez cair a procura por atendimento de pacientes com sintomas da doença no pronto-socorro municipal. Também contribui para a adequação, a reorganização do fluxo dos atendimentos à população na unidade de urgência e emergência realizada pela OSS (Organização Social de Saúde) que é responsável pela gestão da unidade, segundo a administraçao municipal.

Demanda

O município argumenta que enquanto diminuiu a procura de serviços de urgência relacionada à covid-19 no pronto-socorro, nas Unidades Básicas de Saúde aumentou consideravelmente a demanda por atendimentos clínicos como consultas, vacinação, acompanhamento de gestantes, pacientes diabéticos e hipertensos.

A reportagem recebeu mensagens informando sobre possível falta de profissionais, de medicamentos e até de materiais essenciais para o atendimento nas UBSs de Birigui e questionou a Prefeitura, que confirmou a falta de alguns materiais de consumo, insumos, produto de limpeza e medicamentos devido à ausência de dotação orçamentária.

Em nota, a Secretaria de Saúde informa que tem buscado alternativas financeiras, como emendas parlamentares, e já está regularizando as situações. “Por exemplo, o Gliclazida (Diamicron) que estava em falta, já está disponível pra retirada na Farmácia Municipal e na quarta-feira (10) pela manhã será enviado para as UBSs para distribuição aos pacientes”, informa.

Ainda de acordo com a pasta, apesar de situações pontuais, os atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde estão ocorrendo normalmente. O município explica que em relação aos exames de laboratórios, por exemplo, existem cotas de guias e nos últimos dias do mês pode acontecer de acabar em alguma unidade. Porém, o paciente só precisa aguardar o primeiro dia do mês seguinte.

Contrato

A atenção básica em Birigui é gerenciada pela OSS Santa Casa de Misericórdia de Birigui, contrato que deve ser encerrado no próximo mês. Segundo a Secretaria de Saúde, já está em fase de finalização o edital do novo chamamento, “para agilizar e melhorar o acolhimento da demanda da população pelos serviços médicos que não param de crescer”.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.