Economia

Exportações crescem 84,92% em Birigui e alcançam 43 países

Destaque para a venda de resíduos de metais preciosos, material obtido da reciclagem da sucata de material de informática, algo totalmente novo no município

Da redação - Hojemais Araçatuba
19/05/22 às 17h43

Birigui (SP) exportou US$ 14.585.061 no primeiro quadrimestre deste ano, apresentando crescimento de 84,92% em relação ao mesmo período do ano passado. Já as importações totalizaram US$ 2.858.440,00 de janeiro a abril deste ano.

O município obteve um superávit comercial de US$ 11.726.621,00, expansão de 135,5% em relação ao primeiro quadrimestre de 2021. As informações são do Ministério da Economia e foram compiladas pelo Observatório de Inteligência Econômica da Prefeitura de Birigui.

No ranking dos principais produtos exportados, o destaque é para resíduos de metais preciosos com vendas de US$ 3,7 milhões (25,5% do total exportado pela cidade).

Conforme apuração da reportagem junto ao Observatório, os itens são oriundos de reciclagem da sucata de material de informática, algo totalmente novo em Birigui, e estão sendo vendidos principalmente para o Japão e Alemanha, países altamente desenvolvidos e que possuem mercados fortes. Uma pequena parte (4,03%) foi vendida para os Estados Unidos.

Na sequência aparecem os calçados com parte superior de borracha ou plástico, com a comercialização de US$ 3 milhões (20,6%) e depois, transformadores elétricos, com US$ 2,5 milhões (17,3%).

Os produtos locais foram comercializados em 43 países, tendo como principais mercados, conforme a SDE (Secretaria de Desenvolvimento Econômico): Argentina (15,12%); Japão (12,85%); Alemanha (11,81%); China (8,47%); Bolívia (8,47%); Chile (5%), entre outros.

Diversificação

Além dos metais preciosos, calçados e transformadores, a pauta exportadora, exibiu a presença de máquinas e aparelhos para agricultura, com exportações de US$ 608 mil dólares; instrumentos, aparelhos e máquinas de medida ou controle com US$ 268 mil; parafusos (US$ 154 mil) e produtos diversos, entre os quais: café; aquecedores; malas e maletas; entre outros.

Para o prefeito Leandro Maffeis (PSL), a inserção internacional das empresas biriguienses é reflexo do potencial empreendedor local, que desbrava fronteiras na busca de oportunidades para comercialização dos seus produtos, trazendo resultados positivos para a economia biriguiense.

“São ótimos resultados para o primeiro quadrimestre do ano, que se somam aos bons números da nossa economia, entre eles, a geração de emprego e a abertura de empresas, resultados que destacam o crescimento de Birigui na região e evidenciam as oportunidades do mercado local”, disse Maffeis.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Nivaldo Albani, avalia como positivo o crescimento das exportações e a diversificação da pauta exportadora, “pois são resultados que comprovam a capacidade produtiva local e o empreendedorismo biriguiense e vão ao encontro do trabalho que está sendo realizado para o desenvolvimento econômico da cidade”.

Abril

No mês de abril, as exportações alcançaram o valor de US$ 4.106.850,00 e as importações US$ 566.614,00, resultando em superávit comercial de US$ 3.540.236,00. As exportações tiveram crescimento de 67,20% em abril de 2022, ante o mesmo mês do ano passado.

Observatório 

O projeto Observatório de Inteligência Econômica é uma estrutura responsável por realizar estudos e pesquisas econômicas e acompanhar a evolução dos indicadores econômicos da cidade.

Dúvidas e demandas de dados do município podem ser obtidas na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do telefone (18) 3641-6270 ou pelo e-mail: sde@birigui.sp.gov.br .

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.