Economia

No aniversário de 112 anos de Araçatuba, avenida Brasília é destaque em investimentos

Edifício residencial, multinacional, empresa de energia fotovoltaica e escola para concursos; investimentos somam mais de R$ 50 milhões, segundo a Prefeitura

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
02/12/20 às 14h20
Avenida Brasília é o principal acesso à Araçatuba e cartão-postal da cidade (Foto: Manu Zambon)

A atual administração de Araçatuba (SP) vem investindo na urbanização de várias avenidas da cidade, para melhorar a mobilidade urbana e impulsionar o desenvolvimento da cidade.

Exemplo de que esse é o caminho, é a avenida Brasília, principal entrada da cidade, que tem mais de 50 anos e que neste aniversário de 112 anos de fundação de Araçatuba, comemora novos investimentos da iniciativa privada. Segundo a administração municipal, esses investimentos somam mais de R$ 50 milhões.

Entre os novos empreendimentos estão uma multinacional de carnes, uma empresa de energia fotovoltaica e uma escola para concursos.

Edifício residencial

Além disso, no primeiro trimestre de 2021 deverá ser lançado um edifício residencial construído pela Tarraf, com 22 andares e quatro apartamentos por andar. O “Opus One” será levantado no terreno que atualmente funciona com estacionamento do restaurante Bola 7, com saída para a rua Paul Harris.

O valor total de venda estimado, segundo apurado pelo Hojemais Araçatuba , é de R$ 43 milhões.

A empresa de energia fotovoltaica fica em um terreno na esquina com a avenida Paulista, ao lado do Bola 7, e a loja da multinacional de carnes Swift foi construída no quarteirão de baixo, com previsão de ser inaugurada nos próximos dias.

Gastronomia

A Brasília já tem outra loja de carnes com restaurante em sua parte alta e uma tradicional churrascaria. Esse potencial gastronômico é reforçado pelo próprio Restaurante Bola 7, que pode ser considerado um patrimônio da cidade, e pelas unidades do Burger King, McDonald’s e Habib’s, três das principais redes de fast-food do mundo.

Loja da Swift deverá ser inaugurada nos próximos dias na avenida Brasília, em Araçatuba (Foto: Lázaro Jr./Hojemais Araçatuba)
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

New York Tower

Além desses investimentos, a avenida tem o New York Tower, que é o maior edifício empresarial da cidade e que concentra grandes empresas de vários setores, como o de saúde, tecnologia, escritórios de advocacia, clínicas médicas, entre outros.

Já no alto da Brasília, como é chamado o trecho na entrada da cidade, estão várias concessionárias de veículos e foi inaugurada recentemente uma unidade da Localiza Seminovos, locadora de veículos.

Avenida Brasília concentra várias concessionárias e revendas de veículos e hotéis (Foto: Lázaro Jr./Hojemais Araçatuba)

Hoteis

Nesse trecho existe ainda dois hotéis, que se juntam a outros três até a rotatória com a avenida Pompeu de Toledo; a ABO (Associação Brasileira de Odontologia); o CPP (Centro do Professorado Paulista), que foi um dos primeiros prédios construídos na avenida; e um Pet Center.

Há também o HO (Hospital do Olho), empreendimento do setor oftalmológico que iniciou o atendimento em fevereiro deste ano, após investimento superior a R$ 15 milhões. Referência no tratamento dos distúrbios da visão, a unidade atende pacientes de 44 municípios. 

Como existem vários terrenos ainda desocupados, novos investimentos devem surgir para valorizar ainda mais essa importante via para a cidade.

Mais um empreendimento que a avenida Brasília está ganhando (Foto: Lázaro Jr./Hojemais Araçatuba)

Avenidas recebem mais de R$ 21 milhões de investimento público

Imagem: Ilustração

As principais avenidas de Araçatuba recebem atenção especial da atual administração municipal, somando mais de R$ 21 milhões de investimentos somente em recursos públicos. Nesse pacote estão cinco avenidas e a via Etelvino Pereira dos Santos, que está sendo duplicada em parceria com a iniciativa privada.

Além disso, serão investidos mais R$ 210 mil no recape da rua Luís Pereira Barreto, que é o complemento da avenida Brasília e que terá o asfalto recuperado no trecho do cruzamento com a rua Euclides da Cunha até à praça Rui Barbosa.

Pompeu

O maior investimento está sendo feito no prolongamento da avenida Joaquim Pompeu de Toledo, da rua Tupinambás até a rua Anhanguera, que é marginal da rodovia Marechal Rondon (SP-300), somando R$ 11,6 milhões.

A primeira etapa da obra, que foi a instalação da galeria de reforço no trecho urbanizado já foi concluída. Já era para toda a canalização ter sido finalizada, mas a Prefeitura teve que romper o contrato com a primeira empresa e fazer um novo processo de licitação.

Somente na canalização do córrego Machadinho são investidos R$ 8,7 milhões. Outro contrato, no valor de quase R$ 3 milhões, foi assinado com a empresa que fará a pavimentação das duas vias nos dois sentidos da avenida, que se tornará um importante corredor de acesso à zona sul da cidade.

Obra no prolongamento da Pompeu de Toledo foi retomada em agosto (Foto: Divulgação)

Zona sul

A zona sul já foi contemplada com a pavimentação de toda extensão da avenida Juscelino Kubitschek, que por décadas foi alvo de reclamação por parte dos moradores devido à lama quando chovia e pela poeira que levantava em dias secos.

Foram investidos R$ 653.902,58 na instalação de galerias coletoras de águas pluviais e mais R$ 3.153.511,38 na pavimentação asfáltica nos dois lados da via desde a rodovia Deputado Jorge Maluly Netto SP-463) até o prolongamento da avenida Saudade.

Café Filho

Em novembro teve início a obra de instalação de galerias, tanques de contenção e de travessias no prolongamento da avenida Café Filho, no trecho que vai da rua Marcos Toquetão até a Rua H, que ainda será denominada. Nesse caso, o investimento é de pouco mais de R$ 1 milhão.

Ao término dessa etapa, serão necessários novos investimentos para pavimentação de todo o trecho.

Prolongamento da Café Filho recebe galerias (Foto: Divulgação)

Zona norte

Os investimentos na zona norte contemplam a avenida Dois de Dezembro, que recebe R$ 2.349.525,24 na implantação de rede de galerias e mais R$ 2.477.586,07 em asfalto. O projeto prevê ainda, mais de quatro quilômetros de ciclovias, segundo a Prefeitura.

A via Etelvino Pereira dos Santos, que também fica nessa região da cidade e liga a rotatória do Pé de Galinha à rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463), tem toda sua extensão duplicada.

O investimento majoritário é da iniciativa privada, que tem empreendimentos imobiliários nas imediações, mas o município é responsável pelo recapeamento da via já existente, ao custo de R$ 533,8 mil, e está bancando parte da duplicação, no valor de R$ 693,4 mil.

Por fim, são investidos mais R$ 559,6 mil em recursos públicos no prolongamento da avenida Waldemar Alves, que recebe rede de galerias para canalização do Córrego dos Tropeiros. Com a pavimentação da via, será criado um novo acesso aos residenciais Porto Real 1 e 2, evitando acidentes.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.