Polícia

Polícia Civil recebe blindados apreendidos na Operação Raio X

Blindados pertenceriam a Moizés Constantino, apontado pela investigação como administrador informal do Hospital Antônio Giglio, de Osasco; administrado pela OSS Pacaembu, entidade contratou empresas dele para supostamente desviar dinheiro público da área da Saúde

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
13/11/20 às 11h41
Entre os veículos apreendidos estão quatro blindados, todos de luxo (Foto: Hojemais Araçatuba)

A Polícia Civil de Araçatuba (SP) recebe nesta sexta-feira (13), mais cinco veículos que foram apreendidos por determinação da Justiça, pertencentes a réus em processos da Operação Raio X, que investiga suposto desvio de dinheiro público da área da Saúde.

Entre os veículos que chegaram à cidade estão quatro blindados, entre eles um Porche Cayenne e uma Range Rover Evoque. A reportagem apurou que esses blindados pertenceriam a Moizes Constantino Ferreira Neto, que é réu em processo que tramita na Justiça de Birigui.

Laranja

Ainda de acordo com o que foi apurado, informalmente, ele seria o administrador do Hospital Antônio Giglio, de Osasco, que era gerenciado pela OSS (Organização Social de Saúde) Associação Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu.

A mando do médico Cleudson Garcia Montali, apontado como líder do suposto esquema criminoso, ele teria usado as próprias empresas para assinar contratos milionários de prestação de serviços e desviar dinheiro repassado pela OSS investigada.

Esse dinheiro teria sido usado para comprar bens destinados a liderança da suposta organização criminosa, entre eles, imóveis e os veículos apreendidos agora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Luxo

Esta é a segunda remessa de um total de 32 veículos apreendidos por determinação da Justiça em função da Operação Raio X, que chega a Araçatuba.

Todos os veículos apreendidos em outras cidades serão trazidos para  município, onde se juntarão aos que foram recolhidos na região em 29 de setembro, quando foi deflagrada a operação, e aos que foram apreendidos durante a investigação.

A polícia ainda não concluiu o levantamento do valor desses veículos, que estão depositados em local não divulgado, por questão de segurança.

Foto: Hojemais Araçatuba
Foto: Hojemais Araçatuba
Foto: Hojemais Araçatuba
Foto: Hojemais Araçatuba
Foto: Hojemais Araçatuba
Foto: Hojemais Araçatuba
LEIA TAMBÉM
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.