Cotidiano

Primeiro anticoncepcional masculino tem previsão para este ano

Ele tem eficácia por 13 anos, e pode ser revertido.

Beatriz Benedeti - Hojemais Três Lagoas
09/01/20 às 12h30
(Reprodução/Secad)

O conselho indiano de pesquisas médicas (ICMR) anunciou o primeiro anticoncepcional masculino, e ele será injetável. Foi desenhado para substituir a vasectomia, que atualmente é a única forma de esterilização masculina.

Médicos afirmam que será preferível para os homens o anticoncepcional ao invés da vasectomia, já que a mesma é um procedimento cirúrgico menos seguro e mais invasivo do que a injeção.

O método chamado de Inibição Reversível do Esperma sob Controle (RISUG) é uma injeção administrada sob anestesia local e aplicada próximo aos testículos, ela tem duração de 13 anos e seu processo pode ser revertido.

“O produto está pronto, apenas esperando aprovação regulatória”, afirma Dr R.S Sharma, cientista sênior do ICMR.

Ele já foi testado em 303 candidatos com uma taxa de 97,3% de sucesso e sem efeitos colaterais reportados. Diferentemente dos anticoncepcionais femininos, que por ter efeitos, principalmente hormonais, acabam causando, em alguns casos, trombose, embolia pulmonar e até mesmo AVC.

“Eu diria que ainda pode levar de 6 a 7 meses para todas as aprovações ser concedidas antes que o produto possa ser fabricado” disse Sonami ao Hindustan Times. Sonami também afirma que a índia está tomando um cuidado extra com as aprovações do novo produto para que sua qualidade não seja questionada após seu lançamento no mercado.

Com informações do HindustanTimes

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.