AO VIVO
Economia

CESP deixa de existir e passa a se chamar Auren Energia

A nova empresa foi apresentada ao mercado oficialmente no dia 28 de março e é a consolidação de ativos de energia da Votorantim S.A e CPP Investments

Da Redação
26/04/22 às 07h35
Imagem Ilustrativa

A Companhia Energética de São Paulo (CESP) agora é Auren Energia. Com novo nome, a companhia é resultado da consolidação dos ativos de energia da Votorantim S.A e do fundo canadense CPP Investments. O anúncio, realizado no fim de março, marca um novo ciclo de expansão da companhia que se materializa com a abertura de capital e a criação de uma plataforma de energia e comercialização com matriz diversificada, 100% renovável, que combina fontes hidrelétrica, eólica e solar, bem como soluções híbridas.

O movimento de consolidação teve início em outubro de 2021 e foi concluído com a reorganização societária da CESP e a incorporação das suas ações à nova empresa, que já era sua controladora. A Auren já nasce com projetos que contribuem e contribuirão de fato para o avanço da sustentabilidade e o crescimento econômico brasileiro, com impactos positivos junto a colaboradores, parceiros, clientes e acionistas.

Com atuação no estado de São Paulo desde 1966, a Cesp possui duas Usinas Hidrelétricas no interior paulista: UHE Paraibuna, localizada no Vale do Paraíba, e a UHE Engenheiro Sérgio Motta (Porto Primavera), na divisa entre São Paulo e Mato Grosso do Sul. A barragem de Porto Primavera é uma das mais extensas do país, com 10,2 quilômetros e seu reservatório banha 12 municípios, seis do estado de São Paulo e seis do Mato Grosso do Sul. Além da estrutura, a unidade tem se destacado como importante centro de pesquisas sobre geração de energia renovável.

Recentemente, a companhia deu início à operação da Usina Termossolar de Porto Primavera, a primeira em todo o Brasil. O projeto piloto conta com tecnologia de ponta conhecida também como CSP (Concentrating Solar Power), cujo processo é semelhante ao das termelétricas, porém utiliza o calor do sol como fonte, em vez de combustíveis, que podem ser poluentes. Com isso, a usina é capaz de armazenar a energia gerada por meio do calor do sol, possibilitando que a geração continue no período noturno ou em dias nublados.

Sustentabilidade

Assim como os projetos e pesquisas, a nova empresa também segue implementando programas ambientais e de desenvolvimento social nas áreas de influência de seus empreendimentos. Na região de influência da UHE Porto Primavera, por exemplo, são 15 programas socioambientais voltados para a conservação da biodiversidade, relacionamento com a comunidade e desenvolvimento social. Entre eles, o Programa de Reflorestamento em áreas próprias do reservatório (APPs), e Programa de Conservação e Monitoramento da Ictiofauna, que possui sete subprogramas voltados à conservação das espécies de peixes e manutenção da pesca na região. Além disso, são mantidos o viveiro de produção de mudas de Porto Primavera, com capacidade produtiva de 1 milhão de mudas nativas ao ano; o Banco Ativo de Germoplasma (BAG), que contribui para a qualidade genética das mudas produzidas no viveiro e sua rastreabilidade, e a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN Cisalpina), localizada no município de Brasilândia (MS), com 3.857 hectares destinados à conservação da biodiversidade, educação ambiental e ao desenvolvimento de pesquisa científica.

Também são executadas ações e projetos para a promoção do desenvolvimento social, educação ambiental e de relacionamento com as comunidades no entorno da hidrelétrica.

Já em Paraibuna, destacam-se as ações voltadas à conservação da Ictiofauna, com a Estação de Hidrobiologia e Aquicultura, à conservação de aves silvestres ameaçadas de extinção, com a manutenção do Centro de Conservação de Aves Silvestres, e à produção de mudas nativas como parte do Programa de Fomento Florestal

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.