Geral

MS é o 5º no ranking dos estados com maior oferta de serviços digitais

Estado dispõe de mais de 80 serviços que podem ser acessados por meio de dispositivos digitais. O aplicativo MS DIGITAL é utilizado por 60 mil pessoas em busca de informações sobre as diversas áreas do governo

Redação - Hojemais Três Lagoas
23/01/22 às 07h13

Mato Grosso do Sul está entre os estados com maior oferta de serviços digitais. Segundo o Coordenador da Superintendência de Gestão da Informação (SGI), Sandro Chacha, a pandemia fez acelerar os projetos de automação dos serviços à população, mas desde 2019 o Governo do Estado já estava executando um plano de digitalização no âmbito da política de desburocratização. De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, a agenda digital está entre as prioridades no plano plurianual de investimentos e ações estratégicas do Estado.

Em ofício encaminhado à SGI, a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP) destaca o “alto desempenho do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul no Índice de Oferta de Serviços Digitais Públicos” em 2021. Entre os estados melhor ranqueados, MS é o 5º no índice de crescimento da oferta de serviços na comparação dos anos de 2020 e 2021. “O desempenho é fruto da ação estratégica do Governo e do trabalho da SGI e seus clientes em um esforço conjunto para assegurar a disponibilização de serviços digitais à população”, destaca o coordenador da SGI.

Hoje o Estado dispõe de mais de 80 serviços que podem ser acessados por meio de dispositivos digitais. O aplicativo MS DIGITAL é utilizado por 60 mil pessoas para busca de informações sobre as diversas áreas do governo. Cerca de 27 mil pessoas acessam os serviços digitais por dia.

A servidora Patrícia Gatts, do Setor de Informações e Tecnologia da Secretaria de Educação (SED), destaca que os benefícios do “governo digital” vão da agilidade no atendimento à população, com a desburocratização dos serviços até então analógicos, à economia de custos, com a supressão de materiais de comunicação e papelaria. A contratação de professor, processo que levaria dias, hoje se dá em questão de horas, destaca a servidora. “Conseguimos realizar até quatro tarefas ao mesmo tempo, incluindo processos de contratação”, diz.

A área de educação foi uma das que mais implementaram serviços digitais. O superintendente de Tecnologia da SED, Paulo Rodrigues, cita, entre os exemplos de praticidade e economicidade, a elaboração do cardápio da merenda nas escolas da Rede Estadual de Ensino. Todas as etapas do processo de formulação nutricional, elaboração do cardápio, compra e distribuição dos ingredientes e oferta da alimentação escolar são administradas por meio de um software.

Antes da digitalização, todo trabalho exigia a mobilização de vários servidores e diversos suportes estruturais. A automação reduziu custos e tempo. Sem as dificuldades operacionais, a qualidade da merenda também melhorou. Hoje são 205 mil estudantes matriculados em 347 escolas da Rede Estadual de Ensino (58 na área rural).

“Todos os procedimentos, incluindo a pesquisa de preços de produtos, são feitos em plataformas digitais”, observa o superintendente de Tecnologia da SED, destacando que outro ganho é o acesso, gratuito, à carteira de estudante.

A expectativa do governo é de tornar os serviços públicos 100% digital. “A transformação digital no setor público reduz a burocracia, aumenta a transparência e otimiza o atendimento à população”, ressalta o governador Reinaldo Azambuja.

Os avanços na automação dos serviços públicos foram destacados em reportagem da Rede Educativa. As imagens mostram as salas que no passado estavam entupidas de arquivos, pastas e papeis. Hoje as salas estão limpas, nas mesas, apenas a tela do computador e o teclado. “Nossa rotina se tornou muito mais produtiva”, afirma Patricia Gatts.

De acordo com a SGI, a ideia é eliminar a médio prazo a utilização de papel, com ganhos na agilidade e redução dos gastos com o custeio administrativo.

A perspectiva é de até o fim de 2022 assegurar acesso em formato digital a todos os serviços públicos. Os recursos para a digitalização são do Projeto de Modernização da Gestão Fiscal, alocados junto ao BID (Banco Internacional de Desenvolvimento).

A agenda digital fortalece a política de desburocratização que alcança todos os setores do governo. “A modernização do Estado vem sendo adotada na interface de todos as áreas do governo, com investimentos em tecnologia e adesão aos serviços digitais para, além de gerar economia, reduzir a burocracia e dar mais agilidade aos serviços públicos à população. O governo vai continuar fazendo reformas que visem a eficiência e nossa meta é tornar MS o Estado inovador e mais digital do país”, diz o governador Reinaldo Azambuja. “Investimentos em tecnologia, inovação e serviços digitais ajudam também no crescimento econômico, ampliam as oportunidades”, conclui

Eis alguns dos principais serviços disponibilizados pelo Governo do Estado na versão digital:

Carteira de Vacinação, Carteira do SUS, Carteira Funcional dos Servidores Estaduais, Carteira de Pescador Amador, Carteira Estudantil, Detran Mobile (consulta de multa e débitos de veículo, CNH Digital), denúncia ao Procon, BO Online, e-OUV, Matricula Digital, GuiAgems, Alerta de desastres por SMS, Resenha Virtual, Mira – Aplicativo de presença escolar, Jucems Digital, Newsletter e Rodovia Viva PMR MS.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.