Geral

Sul-mato-grossense que sobreviveu ao naufrágio diz ter sido milagre

As vítimas estavam pescando quando de repente foram atingidos por uma forte chuva que virou o barco de 75 toneladas

Redação - Hojemais Três Lagoas
18/10/21 às 08h00
Grupo de Rio Verde, Goiás, que estava em barco que naufragou no Mato Grosso do Sul — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O dentista Leonardo Oliveira Alves, de 47 anos, um dos sobreviventes do naufrágio de um barco no Mato Grosso do Sul, disse que o barco virou em segundos e que achou que morreria naquele momento. Ele perdeu parentes no acidente. As vítimas estão sendo veladas em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, onde também serão enterradas.

"Eu estava morto naquele momento, cheguei a pensar que ali que tinha acabado a vida. Machuquei um pouco, porque caiu coisa em mim e, de repente, Deus me tirou de lá e eu consegui sair”, disse.
 
Leonardo é filho de uma das vítimas do acidente, Olímpio Alves de Souza, de 71 anos. O dentista contou que a família ia todos anos a Corumbá para pescar. Os momentos antes do acidente eram de extrema alegria entre eles. O grupo fazia um churrasco, que encerraria o passeio.
O tempo, então, ficou nublado rapidamente, mas sem vento forte. Porém, segundos depois, uma rajada de vento quase derrubou uma geladeira. Ele segurou o eletrodoméstico e ficou na parte de cima para ajudar a organizar as coisas.
“Nesse momento, quando a gente pegou uma vasilha de comida, era para eu ter descido, mas eu voltei para pegar um celular. Quando eu peguei o celular, o barco, em dois segundos, porque não deu tempo de respirar, o barco de 75 toneladas levantou e virou”, contou.

O sobrevivente ainda se recorda do que a viagem significava para ele e os parentes: alegria. "Pra mim era o prazer que eu tinha de pescar, principalmente porque estava meu pai junto. Infelizmente ele nos deixou nesse acidente terrível. Era um sonho estar ali com ele. Meu pai pegou o maior peixe da pescaria, o Thiaguinho tinha pegado o segundo maior peixe, ele estava com uma alegria que não cabia nele", disse.
 

Leonardo Oliveira Alves, sobrevivente de naufrágio durante velório de parentes em Rio Verde — Foto: Diomício Gomes/O Popular

Acidente
 
A embarcação estava com 21 pessoas a bordo, sendo 12 turistas de Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Ao todo, sete morreram e 14 conseguiram se salvar. Das vítimas, cinco são de Rio Verde:

Thiago Souza Gomes, de 18 anos;
Fernando Gomes de Oliveira, de 49 anos, pai de Thiago;
Olímpio Alves de Souza, de 71 anos;
Geraldo Alves de Souza, de 78 anos, era irmão de Olímpio, sogro de Fernando Gomes e avô de Thiago;
Fernandes Rodrigues Leão.

(*) G1

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.