Polícia

Jovem com caminhonete é preso após atirar em carro no parque industrial

Disse à polícia que confundiu a vítima com autor de possível furto contra a propriedade rural dele; “só queria assustar”

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
10/05/21 às 10h30

Um autônomo de 26 anos, morador no bairro Dona Amélia, em Araçatuba (SP), foi preso em flagrante na noite de domingo (9) acusado de atirar contra o carro de um marceneiro de 34 anos, morador no bairro Chácaras Arco-Íris. Na caminhonete conduzida pelo acusado a polícia encontrou uma garrucha e ele confessou o crime, alegando ter confundido a vítima com um suposto ladrão.

O flagrante aconteceu por volta das 18h30, após o marceneiro telefonar para a polícia e encontrar com uma equipe em um posto de combustíveis no cruzamento das avenidas Prestes Maia e José Ferreira Batista.

Ele contou que momentos antes, quando passava pela avenida Alexandre Biagi, no cruzamento com a rua Dois, teve a frente do VW Gol fechada por uma caminhonete. De acordo com a vítima, o condutor apontou uma arma em sua direção, por isso engatou marcha a ré e quando fugia, ouviu um disparo, mas não soube dizer se foi feito na direção dele.

Com medo, ele ligou para a polícia e foi para o posto de combustíveis. Enquanto era entrevistado pelos policiais, o marceneiro viu a caminhonete passando pela avenida e os policiais foram atrás do veículo.

Negou

O autônomo foi abordado e negou que estivesse armado. Ele foi revistado, não trazia nada de irregular, mas os policiais encontraram uma garrucha debaixo do banco do motorista. A arma, que aparentava ser artesanal, estava carregada com uma munição calibre 32.

Segundo a polícia, o acusado confessou ter atirado momentos antes na tentativa de interceptar o condutor de um Gol, imaginando se tratar da pessoa que havia furtado objetos do sítio que ele possui. Entretanto, alegou ter atirado apenas para assustar o condutor do carro e não para matar.

O autônomo foi levado ao posto, onde a vítima contou não conhecê-lo e disse nunca tê-lo visto antes, acreditando ter sido confundido com alguém.

Confundiu

O acusado disse aos policiais militares que o pai dele havia dito que um Gol suspeito estava nas imediações do sítio e que ao ver o carro foi logo disparando para tentar intimidar o condutor. Porém, só depois viu que o carro da vítima era prata e não vermelho, como o que o pai dele havia visto.

O autônomo foi apresentado no plantão policial e preso em flagrante por disparo de arma de fogo e constrangimento ilegal. A arma foi apreendida para perícia, assim como a caminhonete dele foi recolhida por estar com os pneus “carecas”.

Além disso, ele foi autuado por estar com a carteira de habilitação vencida desde 2018. Não houve direito a fiança na fase policial e o investigado ficou à disposição da polícia.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.