Polícia

Mulher procura a polícia após incidente com barra de ferro em lanchonete

Disse que foi atingida na cabeça quando passava pela porta do estabelecimento na tarde de quinta-feira

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
26/02/21 às 10h56

Uma jovem de 19 anos, moradora no bairro Boa Vista, em Araçatuba (SP), procurou a polícia na noite de quinta-feira (25) para registrar um boletim de ocorrência de lesão corporal. Ela disse que foi atingida por uma barra de ferro na cabeça quando saía de uma lanchonete, durante a tarde.

A mulher contou à polícia que por volta das 16h30 esteve com a mãe dela em uma lanchonete na rua Marechal Deodoro, onde consumiram salgados e refrigerantes.

Segundo a jovem, quando deixavam o local e passavam pela porta em direção à calçada, uma barra de ferro que estava encostada na parede interna do prédio caiu e bateu na cabeça dela, do lado direito.

A vítima disse que ficou com inchaço e dores no local e procurou o proprietário da lanchonete, que teria dito que um representante de uma fornecedora de refrigerantes havia colocado a barra de ferro para fazer propaganda.

Descaso

A jovem disse à polícia que ficou indignada com o ocorrido, pois tem filhos gêmeos com 2 meses de vida, sendo que uma das crianças estava no colo dela e a outra com a mãe dela.

De acordo com a vítima, apesar da lesão, o comerciante não teria dado importância ao caso. Ele apenas teria pedido para um funcionário retirar a barra de ferro do local e levá-la para o fundo da lanchonete. Apenas a mãe dela teria pedido gelo para uma funcionária para colocar sobre o ferimento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Providências

A mulher relatou no boletim de ocorrência que após o incidente foi para a casa dela, onde deixou as crianças com a mãe, e foi para o plantão policial. Como reclamava de dor na cabeça, ela foi orientada a procurar o pronto-socorro.

A vítima disse que foi examinada por um médico, fez exame de raio-X e foi orientada a ficar em observação por cinco horas.

Alegando que precisava amamentar os filhos, ela assinou um termo de responsabilidade, deixou o pronto-socorro antes do horário determinado e voltou à delegacia para registrar a ocorrência.

A jovem deve passar por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal).

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.