Polícia

Polícia Civil recupera 42 roteadores furtados de empresa em Birigui

Funcionária da empresa confessou que havia desviado os aparelhos de forma fraudulenta para revendê-los

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
05/03/21 às 12h58
Parte dos aparelhos era transportada por um dos investigados quando foi apreendida (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil de Birigui (SP) conseguiu recuperar 42 roteadores de internet que haviam sido desviados de forma fraudulenta de uma empresa da cidade e eram comercializados com preço abaixo do mercado pela internet. Uma funcionária da empresa vítima foi identificada e confessou o crime.

A investigação, coordenada pelo delegado Eduardo Lima de Paula, teve início no final de fevereiro, após o responsável pela empresa que oferece internet banda larga procurar a delegacia.

Ele contou ter encontrado anúncios em sites de relacionamento, oferecendo os aparelhos de venda exclusiva da empresa dele, a R$ 180,00, quando cada roteador da marca Totolink, modelo AC1200, seria vendido R$ 336,00.

Identificados

Foi instaurado um inquérito e durante a investigação, equipe da Delegacia do Município identificou o dono de uma loja de produtos de informática como sendo o responsável pelos anúncios.

Ele mora em Araçatuba, mas tem uma loja em Birigui, onde os policiais estiveram na segunda-feira (1) e encontraram 17 roteadores que teriam sido desviados da empresa vítima.

Foram recuperados 42 roteadores de internet que teriam sido desviados de empresa (Foto: Divulgação)

Intermediário

A investigação prosseguiu e outro suspeito foi identificado, um vendedor de 42 anos, morador no bairro Monte Líbano.

A Polícia Civil já havia solicitado um mandado de busca para a casa dele e, na manhã de quarta-feira (3), foi informada que o investigado estava transportando vários roteadores no carro dele, um GM Corsa.

Ele foi encontrado com o carro em um posto de combustíveis e, durante a abordagem, foram localizados mais 24 roteadores. Também foram realizadas buscas na casa dele, em cumprimento à ordem judicial, e foi apreendido mais um aparelho, que estava em uso no imóvel.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Funcionária

Após as apreensões, a polícia chegou até à acusada de desviar os aparelhos. Ela tem 25 anos, mora no Jardim Toselar e é responsável pelo estoque da empresa, que é do padrasto dela.

A jovem foi encontrada e apresentada na delegacia nesta sexta-feira (5). Em depoimento, ela contou que lançou no sistema 40 roteadores de internet como sendo “sobras de material” no estoque da empresa do padrasto dela, sem que ele soubesse.

Em seguida, levou os aparelhos para casa e pediu à mãe dela que conseguisse compradores para o “excedente” . O morador no bairro Monte Líbano foi apresentado como intermediário na venda dos equipamentos e a investigada disse que dividiu com a mãe os valores obtidos com o negócio.

A jovem poderá ser indiciada por furto qualificado. Os aparelhos recuperados foram devolvidos para a vítima.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.