Cotidiano

Antiviral que mostrou resultados positivos no tratamento da Covid-19 é liberado na União Europeia

Ele é administrado de forma intravenosa por um período de pelo  menos cinco dias, está sendo mais utilizado em pacientes hospitalizados.

Da redação  - Hojemais Três Lagoas
03/07/20 às 14h42
(Reprodução/UOL)

Nesta sexta-feira, 3 de julho, a União Europeia aprovou o uso do antiviral remdesivir para tratar dos casos graves do novo coronavírus. Após ser feito um processo de revisão de pesquisas sobre o medicamento, foi autorizada o seu uso.

Essa medida foi tomada uma semana depois que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou o medicamento.

O Remdesivir é produzido pela Gilead Sciences, e utilizado em pacientes adultos e adolescentes, que estejam com pneumonia e necessitam de suporte de oxigênio.

Nesta quarta-feira, 1 de julho, a Comissão disse que estava em negociação com a Gilead para conseguir doses do medicamento para os 27 países do bloco. Porém, o Departamento de Saúde dos Estados Unidos informou que já havia garantido toda a produção projetada da Gilead para julho e 90% da produção para agosto e setembro.

O remdesivir ajuda a reduzir o tempo de recuperação hospitalar em um ensaio clínico. Acredita-se que ele seja o medicamento mais eficaz para tratar os pacientes com a Covid-19 em estágios iniciais da doença.

Ele é administrado de forma intravenosa por um período de pelo  menos cinco dias, está sendo mais utilizado em pacientes hospitalizados. 

(*) G1

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.