Cotidiano

Cristian Cravinhos pede R$ 500 mil de indenização por dano moral e uso indevido de sua imagem

Cristian Cravinhos de Paula e Silva, foi condenado há mais de 38 anos de prisão pelas mortes de Manfred e Marísia von Richthofen

Da redação - Hojemais Três Lagoas
29/07/20 às 16h20
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Cristian Cravinhos (Reprodução/Veja)

Cristian Cravinhos de Paula e Silva, condenado há mais de 38 anos de prisão pelas mortes de Manfred e Marísia von Richthofen, entrou na Justiça contra uma produtora e três empresas de streaming pedindo indenização de R$500 mil por dano moral e uso indevido de sua imagem.

Segundo o advogado Valdir Rodrigues de Sá, o segundo episódio da série “Investigação Criminal” deve sair do ar, já que nunca perguntaram para Cristian se podiam utilizar sua imagem no programa.

De acordo com as informações do processo, há mais de oito anos as empresas lucram com a venda do episódio.

"De forma irresponsável, lucram às custas de pessoas que sofrem com essas desgraças e acham isso totalmente normal. Enquanto elas lucram, ele vive a dura realidade de ser eternamente lembrado por um fato que já foi punido. Trata-se de violação ao direito de imagem, direito personalíssimo, que somente o titular pode dispor", explicou o advogado.

A ação é contra a produtora Medialand, que fez a série, e contra a Netflix, a Amazon e a Looke, que disponibilizam a série por streaming.

"A Netflix tirou do ar o episódio provavelmente por causa dos processos", garantiu o defensor de Cristian.

É solicitado, no processo, a retirada do episódio até a sentença final, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. Mas o pedido liminar foi negado pela Justiça.

(*) R7

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.