Geral

Polícia Federal realiza simulação de sequestro e bomba no aeroporto de Três Lagoas; veja as fotos

A Polícia Federal (PF) realizou na manhã desta quarta-feira (4) os exercícios simulados de sequestro e bomba no Aeroporto Plínio Alarcon, em Três Lagoas.

Hojemais de Três Lagoas - Albecyr Pedro
04/07/18 às 17h20
(Albecyr Pedro)

A Polícia Federal (PF) realizou na manhã desta quarta-feira (4) os exercícios simulados de sequestro e bomba no Aeroporto Plínio Alarcon, em Três Lagoas. 

De acordo com o Delegado da Polícia Federal, Caio Martins de Lima, os exercícios são exigidos pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). 

Segundo ele, o órgão determina sejam realizados este treinamentos a cada dois anos em todos os terminais aeroviários do país.

O delegado explica que são exercícios propícios para garantir a segurança dos passageiros. No primeiro treinamento, denominado Esaia (Exercício Simulado de Apoderamento Ilícito de Aeronaves), realizado na parte da manhã, foi criada uma situação do sequestro de uma aeronave. 

Depois de gerado uma crise, a Polícia Federal negocia para solucionar o problema.

 “São exercícios simulados de retomada de aeronave quando há uma interferência ilícita, ou seja, um sequestro, ou outro tipo de problema. A Polícia Federal tem por obrigação constitucional de agir nestes casos”- destaca o delegado da Polícia Federal.

A direção do aeroporto providenciou a segurança da área, acionou a polícia, bombeiros, ambulâncias e repassou as negociações para pessoas especializadas. Neste caso, o delegado da Policia Federal.

De acordo com a superintendente do Aeroporto Municipal, Sayuri Baez esta é a primeira vez que acontece estes exercícios no local. 

O sequestrador entra exige água, ameaça de matar os passageiros, e a Polícia Federal entra com um grupo de negociação. É um exercício complexo que mostra como realmente devemos agir em uma situação real. Pontuamos algumas falhas para que nunca aconteça, contudo se um dia acontecer sabemos o que fazer”- reforçou a superintendente.

Na parte da tarde, iniciou o treinamento denominado, Esabe (Exercício de artefatos explosivos). Desta vez, foi simulado uma ameaça com artefato de bomba, e os peritos do grupo especial de bombas a desativaram.

Funcionários do aeroporto localizaram uma bolsa com o artefato no saguão, e acionaram o aparato de segurança e especialistas. Foi solicitada a retirada de pessoas e veículos das proximidades.

Toda a área foi isolada e todos os voos e decolagens foram suspensos até que o artefato fosse detonado do lado de fora pela equipe de especialistas.

Os exercícios envolveram cerca de 40 pessoas. Participaram dos exercícios, a Polícia Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros, agentes aeroportuários, Defesa Civil, Fiscais de Trânsito, Bope, entre outros participaram dos exercícios.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
(Albecyr Pedro)
(Albecyr Pedro)
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 COMENTÁRIOS
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2019 - Grupo Agitta de Comunicação.