Ciência e Tecnologia

Conheça os robôs para controle de comportamento social

"Esses robôs são equipados com câmeras que podem detectar mau comportamento social e disparar alertas ou advertências em tempo real para o infrator ou comunicar um centro de comando, para que possam tomar outro tipo de medida"

Cássio Betine
26/09/21 às 19h00

Singapura é uma cidade-estado que ostenta posições no ranking mundial como sendo um dos locais mais seguros do mundo. Muito disso é devido a sua população relativamente pequena e também por apresentar baixíssimos índices de criminalidade. Turistas e investidores se sentem muito confortáveis lá.

Preocupados em manter esse lugar no pódio, o governo resolveu experimentar mais um mecanismo para garantir sua reputação. Neste ano, eles estão testando robôs para realizar ações de controle social. Isso mesmo, robôs serão os responsáveis por “ditar” o comportamento das pessoas em locais públicos.

Esses robôs são equipados com câmeras que podem detectar mau comportamento social e disparar alertas ou advertências em tempo real para o infrator ou comunicar um centro de comando, para que possam tomar outro tipo de medida.

Se uma pessoa estiver circulando sem máscara em local público, por exemplo, ela é advertida imediatamente pelo robô para que passe a usar. Isso também vale para pessoas que fumam em locais proibidos ou estacionam veículos onde não é permitido.

(Foto: Divulgação)

A agência local afirmou que esses robôs - apelidados carinhosamente de Xavier -, não serão usados para aplicação de leis ou julgamentos, apesar de serem dotados de inteligência artificial. “A implantação do Xavier apoiará o trabalho dos funcionários públicos, pois reduzirá a mão de obra para o patrulhamento a pé e aumentará a eficiência da operação”, disse à agência um porta-voz do governo.

A cidade-estado terá mais de 200 mil câmeras espalhadas até o ano de 2030 e se o teste com o “Xavier” der certo, implementarão também centenas de unidades pelas ruas.

Em paralelo a isso, os países mais desenvolvidos estão elaborando marcos e leis sobre procedimentos da inteligência artificial que vem avançando cada vez mais, e de forma assustadoramente rápida e estão sendo embarcadas em centenas de dispositivos conectados, como carros por exemplo.  Veja artigo sobre IAs aqui

A pergunta que fica é quem realmente controlará quem, num futuro em que a convivência entre homens e máquinas inteligentes será inevitável?

(Foto: Arquivo pessoal)

*Cássio Betine é head do ecossistema regional de startups, coordenador de meetups tecnológicos regionais, coordenador e mentor de Startup Weekend e pilot do Walking Together. Cássio é autor do podcast Drops Tecnológicos

** Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião deste veículo comunicação.

Gostaria de ter artigos publicados no Hojemais Araçatuba? Entre em contato pelo e-mail redacao@ata.hojemais.com.br

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
  14/10/21 às 21h40
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.