Polícia

Picape e moto furtadas em Birigui são apreendidas em Araçatuba

Um dos veículos foi retirado do pátio de uma empresa da cidade e estava com penhora pela Justiça

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
23/02/21 às 10h35
Picape furtada estava com adolescente no Lago Azul (Foto: Divulgação)

Dois veículos que foram furtados em Birigui (SP) recentemente foram apreendidos ao serem flagrados circulando pelas ruas de Araçatuba na segunda-feira (22). Um deles é uma picape GM Montana que foi levada do pátio de uma empresa de Birigui, junto com outros dois veículos, todos com restrições de penhora.

O crime aconteceu no último dia 15 e os autores tiveram acesso ao estacionamento da empresa desativada, que fica na avenida Nelson Calixto, por uma rua de terra. Eles furtaram a picape, que foi encontrada na tarde de segunda-feira, por equipe que estava em patrulhamento pelo bairro Lago Azul.

Ao entrar na rua Meradio Frazati, os policiais se depararam com o veículo ocupado por três pessoas e sem as placas de identificação. Foi dada ordem de parada, mas o condutor desobedeceu e a abordagem foi feita apenas na estrada vicinal Nametala Rezek.

Adolescente

A Montana era conduzida por um adolescente de 17 anos, que estava acompanhado de outro adolescente de 14 anos e de um motoboy de 23 anos. O adolescente alegou que seguia para uma cachoeira e que havia pego o carro com outra pessoa, sabendo que era furtado.

O veículo foi recolhido por um guincho e levado para o pátio, enquanto os investigados foram levados para a delegacia. Os adolescentes responderão pelo ato infracional de receptação, enquanto o jovem foi liberado, já que alegou que havia apenas pego uma carona com os demais.

Moto

Na outra ocorrência, a Polícia Militar prendeu em flagrante um pedreiro de 29 anos, morador no Água Branca 3. Ele foi visto conduzindo uma Honda Titan 125 sem capacete, trazendo na garupa uma criança também sem capacete.

Ao consultar o veículo, os policiais constataram que ele havia sido furtado no último dia 16, em Birigui. Segundo a polícia, o investigado disse que comprou a moto após vê-la em um anúncio na internet, no dia que ela foi furtada, pagando R$ 1 mil, mesmo sabendo que não tinha documentação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Agressivo

Segundo os policiais, ao ser informado que seria levado para a delegacia, o pedreiro ficou agitado e teve que ser algemado. Já na delegacia ele alegou que comprou a moto por R$ 1.800,00 e não pegou nenhum documento ou recibo, pois vendedor havia dito que era para ele andar até a polícia pegar.

O delegado que presidiu o flagrante decidiu pela prisão do pedreiro por receptação e arbitrou fiança de R$ 2.000,00, que seria a metade do valor de mercado do veículo. O dinheiro não foi apresentado e o acusado ficou à disposição da Justiça.

A polícia não havia encontrado o dono da moto, que reside na zona rural, por isso ela foi levada para o pátio de um guincho. 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.