Política

Morre aos 58 anos, o deputado estadual Cabo Almi

O prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, usou as redes sociais para lamentar a morte do político.

Da Redação
25/05/21 às 07h28
Cabo Almi ( Reprodução)

Morreu na noite desta segunda-feira, 24, no Hospital Cassems em Campo Grande, o deputado estadual, Cabo Almi de 58 anos. Ele estava internado desde o dia 7 de maio em tratamento contra a Covid-19. O prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, usou as redes sociais para lamentar a morte do político.

José Almi Pereira Moura nasceu no município de Jardim Olinda (PR), em 17 de dezembro de 1962, filho do lavrador Finelon Pereira de Moura e da dona de casa Creuza Vieira da Silva Moura. Em 1963, a família mudou-se para o Distrito de Lagoa Bonita, em Deodápolis, para o cultivo de lavoura. Em fevereiro de 1982, Almi veio para Campo Grande e trabalhou como cobrador de ônibus, foi empacotador e promotor de vendas de indústria de alimentos e formou-se como torneiro mecânico pelo Senai.

Em outubro de 1983, prestou concurso para soldado da Polícia Militar. Em 1987, casou-se com Irene Carolina de Oliveira, com quem teve três filhos: Flávio, Fabrícia e Monique. Em 1988, foi aprovado no concurso para cabo da PM. No início da década de 90 ajudou a fundar o Grêmio 8 de Abril, do qual foi presidente por seis anos. Em 1996, foi eleito vereador em Campo Grande, pelo Partido dos Trabalhadores, sendo reeleito por mais três mandatos, até assumir a vaga de deputado estadual em 2011.

Cabo Almi deixa a esposa e três filhos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍTICA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.