Cotidiano

Irmãos gêmeos são as primeiras crianças vacinadas contra a covid-19 em Penápolis

"A vacina é um direito das crianças, por isso as mães devem trazer seus filhos para vacinarem", afirma Alessandra do Nascimento, mãe dos gêmeos 

Da redação - Hojemais Araçatuba
18/01/22 às 19h35
(Foto: Divulgação)

Os irmãos gêmeos Kaique Felipe Paes e Kauê Henrique Paes, de 11 anos, foram as primeiras crianças a serem vacinadas contra a covid-19 em Penápolis (SP), ação que iniciou na tarde desta terça-feira (18), no Ginásio de Esportes. 

A mãe das crianças, Alessandra do Nascimento, conta que estava muito ansiosa para que seus filhos tomassem a vacina. “Toda minha família já ficou doente por conta da covid-19 e infelizmente perdemos meu sogro e minha sogra. Não quero que essa doença leve mais ninguém. Por isso já tomei todas as doses da vacina e trouxe meus filhos no primeiro dia para serem vacinados”, comentou. 

Alessandra foi a primeira a chegar no Ginásio de Esportes com seus filhos. Ela é moradora da zona rural da cidade (Olaria Salla) e chegou cedo para garantir a imunização dos meninos. “Meus filhos nem conseguiram dormir esta noite de tanta felicidade quando souberam que iriam tomar a vacina. A vacina é um direito das crianças, por isso as mães devem trazer seus filhos para vacinarem, para que eles possam viver com mais segurança, frequentar os lugares, ir para a escola, com mais tranquilidade”, argumentou. 

O prefeito Caique Rossi acompanhou o início da vacinação infantil e fez um apelo aos pais para que vacinem seus filhos quando chegar a hora. “A vacinação é um gesto de amor e responsabilidade. Se eu tivesse filho, levaria para vacinar”, afirmou o prefeito. Ele ainda pede para que os adultos também se atentem para a 2ª dose e a dose de reforço. “Percebemos que com a vacina, houve uma queda dos números de internação, óbitos e os sintomas estão muito mais leves. Por isso todos, adultos e crianças, devem tomar as doses necessárias da vacina”, recomendou. 

Vacinação infantil 

A vice-prefeita e médica pediatra, Mirela Fink, ressaltou que esse é um momento muito importante e que os pais devem levar seus filhos de 5 a 11 anos para se vacinar contra a covid-19. “A Sociedade Brasileira de Pediatria apoia a vacinação infantil. Eu, enquanto pediatra, oriento a vacinação. Peço para que quando chegar a vez, os pais levem seus filhos para vacinar. Não precisa de prescrição médica. Basta que o responsável autorize a vacinação na criança. Só assim teremos menos casos da doença e com menos gravidade”, orientou a vice-prefeita, Dr.a Mirela Fink.  

1 ano de vacinação

Há um ano, Penápolis aplicava a primeira dose da vacina contra a covid-19 em profissionais da saúde. O secretário municipal de Saúde, Luiz Washington Bozzo Nascimento Filho, lembrou desse momento histórico e reforçou a importância da vacina. “Estamos dentro de uma nova onda de contaminação da Covid-19, com aumento expressivo de casos positivos com a nova variante. É a vacina que nos protege contra o vírus e impede o agravamento dos sintomas, caso sejamos contaminados”, concluiu o secretário. 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.