Polícia

Réu por homicídio é baleado durante cumprimento de mandado de prisão em Birigui

Era considerado foragido da Justiça desde junho do ano passado, quando teve a prisão decretada pela morte de Murilo Pessoa Vieira da Silva, ocorrida em uma lanchonete na avenida Nove de Julho

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
19/04/21 às 10h19

O ajudante de pedreiro Lucas da Silva, 35 anos, morador no bairro Jussara, em Araçatuba (SP), foi baleado na tarde de domingo (18) ao resistir durante abordagem da Polícia Militar para cumprimento a mandado de prisão. Ele era considerado foragido da Justiça desde junho do ano passado, em processo no qual é réu por homicídio, crime ocorrido em março de 2020, em Birigui.

O caso aconteceu por volta das 17h30, quando equipe da Rocam (Ronda Ostensiva com Auxílio de Motocicletas) recebeu denúncia de que Lucas estaria em uma residência na rua Paraná, na vila Moimaz. O acusado Silva foi visto deixando o local em um GM Corsa, acompanhado da mulher, e foi feita a abordagem.

De acordo com os policiais, o acusado saiu do veículo com as mãos para o alto e um dos integrantes da equipe, já de arma em punho, mandou que permanecesse onde estava. Porém, ele relatou que quando se aproximava para proceder a busca pessoal, Lucas reagiu e avançou contra ele, tentando desarmá-lo, inclusive chegando a segurar a pistola.

Tiros

O policial relatou que conseguiu se soltar e disparou duas vezes com a arma, atingindo o fugitivo na região do abdômen. Equipe de resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada e após o primeiro atendimento o encaminhou ao pronto-socorro municipal, onde seria submetido a cirurgia.

Segundo a informação passada à polícia, o quadro clínico do paciente era estável e ele permaneceu internado na Santa Casa de Birigui, sob escolta da Polícia Militar. Ao receber alta hospitalar será apresentado no plantão policial para registro da ocorrência e posteriormente ser encaminhado ao sistema prisional, onde aguardará decisão da Justiça.

Os policiais que atuaram no cumprimento do mandado de prisão não se feriram e equipe do Instituto de Criminalística periciou o local. O policial autor do disparo não esteve na delegacia porque foi instaurado um Inquérito Policial Militar e ele se apresentou ao capitão responsável pela ocorrência. O caso foi registrado como resistência e legítima defesa. 

Homicídio

Lucas foi denunciado por homicídio qualificado, acusado da autoria do assassinato de Murilo Pessoa Vieira da Silva, 37, crime ocorrido em 1.º de março do ano passado em uma lanchonete na avenida Nove de Julho. Consta na denúncia que a vítima trabalhava em uma lanchonete na rua Tupi e naquela madrugada, ao sair do trabalho, foi com dois colegas até o estabelecimento na avenida Nove de Julho.

Eles compraram fichas de cervejas e enquanto os amigos jogavam bilhar, Murilo permaneceu do lado de fora, onde se encontrou com Silva. A investigação apontou que os dois entraram juntos no estabelecimento e que o réu teria pedido que ele fizesse uma entrega de drogas.

Murilo teria recusado, alegando que estava com os amigos, causando irritação no réu, que deixou o local. A vítima também saiu em uma moto, mas retornou em seguida e foi informada de que Lucas havia passado em frente à lanchonete várias vezes, olhando para o interior do estabelecimento.

Tiros

Apesar do aviso, Murilo permaneceu no local e foi surpreendido por Lucas, que entrou no prédio, o chamou pelo nome e em seguida sacou uma arma que trazia na cintura e disparou contra a vítima, que foi atingida na região pélvica e caiu.

Quando ainda estava no chão, Murilo foi baleado na cabeça pelo réu, que fugiu em seguida. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

A denúncia foi aceita pela Justiça, que em 8 de junho decretou a prisão preventiva de Lucas, determinando a expedição do mandado de prisão, que só foi cumprido agora.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.