Política

Criação de galinha d’angola volta à discussão

Proposta agora se restringe à criação das aves em condomínios fechados horizontais localizados na área urbana de Birigui

Da redação - Hojemais Araçatuba
07/06/22 às 10h14

A criação de galinha d’angola na área urbana de Birigui (SP) volta à discussão e é um dos itens da pauta da sessão da Câmara desta terça-feira (7).

A proposta do vereador Marcos Antonio Santos, o Marcos da Ripada (PSL), dá permissão para a criação das aves em condomínios fechados horizontais localizados em área urbana.

Para isso, o parlamentar protocolou projeto de lei complementar que dá nova redação a um artigo da lei que trata sobre o Código de Postura do Município.

No parágrafo que estabelece exceções para a criação de equinos, mulas e burros, a modificação proposta acrescenta a criação da galinha d’angola como estratégia de combate à proliferação de escorpiões e demais animais peçonhentos. A matéria trata ainda da obrigatoriedade de condições sanitárias adequadas.

O assunto referente à criação dessa ave já havia sido discutido na Casa há algumas semanas, por iniciativa do mesmo vereador. Porém, o projeto foi retirado de tramitação por estar com parecer ilegal. Na ocasião, o parlamentar informou que promoveria adequações para que a proposta voltasse à votação. O texto apresentado, no entanto, também teve parecer pela ilegalidade.

Orçamento de 2023

Também estará em votação, em primeiro turno, o projeto de lei que estabelece as diretrizes gerais para a elaboração da lei orçamentária de 2023. De autoria do Executivo, o documento oficializa as metas e prioridades da administração municipal, reunindo assuntos como a dívida pública, o gerenciamento de gastos e a transferência de recursos, entre outros, visando o equilíbrio entre receitas e despesas.

Por conta do assunto, o expediente que antecede a discussão da pauta deve ser reduzido a 30 minutos. O rito especial nesses casos é previsto no Regimento Interno da Câmara.

Educação

Outro item da pauta é o projeto de lei do Executivo que pede autorização para realocar recursos dentro do orçamento previsto para investimento na Educação. As transferências e transposições do documento somam R$ 6,9 milhões e atender despesas como reforma de escolas, implantação de sistema de alarme e monitoramento nos prédios escolares, além de despesas diversas relacionadas à manutenção.

Adiados

Dois projetos da reunião sofreram adiamento na sessão do último dia 24. Uma das matérias é de autoria do Executivo e autoriza abertura de crédito adicional especial no orçamento, no valor total de R$ 558 mil, para a obra de construção do prédio onde funcionará a Cozinha Piloto.

Conforme justificativa do documento, R$ 460 mil são de recursos financiados via Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento). Consta ainda no projeto a informação de que a empresa contratada abandonou a obra, levando à necessidade dos ajustes orçamentários e à abertura de novo processo licitatório.

O outro documento adiado anteriormente é a proposta do vereador Benedito Dafé (PSD) para denominar a via de número 12 do Portal do Parque III como “rua Maria Leocádia da Silva Dourado”.

A pauta conta ainda com dois projetos protocolados pelos vereadores Fabiano Amadeu (Cidadania), Osterlaine Henriques Alves, a Dra. Osterlaine (DEM), e Wesley Ricardo Coalhato, o Cabo Wesley (PSL), sobre a criação de área de segurança escolar e oportunidade a artistas locais. 

(Foto: Amanda Reis/CMB)

Espaço Solene

A sessão ordinária contará com espaço solene, a ser promovido nos primeiros minutos da reunião, para a entrega do título Cidadã Biriguiense à fisioterapeuta Larissa Braganholo Hostalácio. A homenagem foi oficializada pelo Decreto Legislativo nº 332, após aprovação unânime em plenário, em 3 de maio, da proposta protocolada pela vereadora Si do Combate ao Câncer (Avante).

Nascida em Franca em 1981, a homenageada cursou mestrado e doutorado e, entre suas especializações posteriores, está a oncologia. Foi responsável pela implantação em Birigui de projetos voltados especialmente ao atendimento de reabilitação a pacientes afetados pelo câncer, como o Core (Centro Oncológico de Reabilitação).  

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍTICA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.