Política

Prefeitura investiga vandalismo no Parquinho da Praça do Novo Oeste

Com o ato de vandalismo, o local fica vulnerável a todo tipo de incidente e, mais uma vez, deixa o Município a mercê da responsabilidade de corrigir ações como esta.

Da Redação
20/12/20 às 07h11
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Divulgação

Pela segunda vez, desde que foi inaugurado, o Parquinho Infantil instalado na Praça do Residencial Novo Oeste, sofre com a ação de vândalos. No início desta semana, a Secretaria Municipal de Administração da Prefeitura de Três Lagoas se deparou com o alambrado do local arrancado e jogado ao chão, deixando quase toda a área aberta.

A tela serve para a proteção das crianças que utiliza o parquinho, impedindo que animais adentrem o espaço ou que os menores corram para a rua. Com o ato de vandalismo, o local fica vulnerável a todo tipo de incidente e, mais uma vez, deixa o Município a mercê da responsabilidade de corrigir ações como esta.

O prefeito Angelo Guerreiro recebeu com tristeza a notícia do vandalismo. “É difícil entender porque as pessoas destroem aquilo que foi feito com tanto carinho, especialmente para as nossas crianças. Este parquinho é recente e é a segunda vez que sofre essas ações. O vândalo não entende que o Patrimônio Público é de todos, consequentemente, o prejuízo é de todos também”, comentou.

A Administração Municipal está investigando os possíveis autores do delito e, tomará as providências necessárias no caso de identifica-los. “Eu peço a todos que ao flagrar qualquer ato de vandalismo ou danos ao patrimônio público que denunciem imediatamente aos órgãos competentes, Prefeitura ou Polícia Militar. Este crime prejudica a todos e devemos cuidar do que é nosso, assim como cuidamos da nossa casa”, concluiu Guerreiro.

*Assessoria de Comunicação

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍTICA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.